A exposição Walter Firmo: No Verbo do Silêncio a Síntese do Grito revisita 7 décadas da trajetória do artista em 260 fotografias.

Nascido em 1º de junho de 1937 no Rio de Janeiro, Firmo conta que desde garoto sonhava em fotografar. Ingressou no fotojornalismo em 1955, como aprendiz, no jornal carioca Última Hora, e não parou mais.

Firmo é conhecido pela experimentação e pela criação de imagens encenadas e dirigidas, de cores fortes e intensas.

“A fotografia, para mim, reside naqueles instantes mágicos em que eu posso interpretar livremente o imponderável, o mágico, o encantamento, nos quais o deslumbre possa se fazer através de luzes, backgrounds, infindáveis sutilezas, administrando o teatro e o cinema nesse jogo de sedução, verdadeira tradução simultânea construída num piscar de olhos em que o intelecto e o coração se juntam, materializando atmosferas”, explica Firmo.

Autor de retratos memoráveis de ícones da música brasileira, como Pixinguinha, Dona Ivone Lara e Cartola, uma outra vertente bastante conhecida de seu trabalho são as imagens de festas populares registradas por todo o Brasil.

A exposição inclui também as fotografias e o texto de 100 Dias na Amazônia de Ninguém, matéria publicada no Jornal do Brasil em 1964, trabalho pelo qual Walter Firmo ganhou o Prêmio Esso de Reportagem.

O público ainda poderá assistir ao curta-metragem Pequena África (2002), do cineasta Zózimo Bulbul, no qual Firmo trabalhou como diretor de fotografia.

IMS Paulista
Walter Firmo: No verbo do silêncio a síntese do grito
Data: 30 de abril a 11 de setembro de 2022
Horário: terça a domingo, das 10h às 20h
Endereço: Avenida Paulista 2424, São Paulo/SP
Galeria 3 – 8º andar
Entrada gratuita