Começa neste sábado (18) e vai até domingo (19) a 15ª edição da   Virada Cultural que traz mais de 1,2 mil atrações gratuitas em 24 horas  de programação para a capital paulista. O festival promovido pela   Prefeitura de São Paulo começa às 18h com Nação Zumbi abrindo o palco destinado ao rock na Avenida Rio Branco.

A cantora Denise Assunção faz a abertura do  palco Copan, em frente ao  icônico edifício projetado por Oscar  Niemeyer, que homenageia o músico  Itamar Assumpção, que completaria 70  anos. Também prestam esse tributo  Zélia Duncan, B Negão, André  Abujamra, As Bahias e a Cozinha Mineira,  Anelis Assumpção e Tulipa  Ruiz.

Grandes nomes

Algumas das  atrações de maior público se apresentarão no Vale do  Anhagabau. Às  22h30 de sábado, Caetano Velloso se apresesnta junto com  os filhos  Moreno, Zeca e Tom. A meia noite, é a vez de Criolo, seguido  pelo filho  do lendário Fela Kuti, Sean Kuti. Ao meio dia de domingo, o  agito é  por conta de Anitta.

Ao todo, serão 250 pontos com atividades  envolvendo as mais diversas  linguagens artísticas, como teatro, circo,  cinema e gastronomia. A  expectativa é de que o evento atraia 5 milhões  de pessoas em toda a  cidade. As atrações musicais estão distribuídas  por 35 palcos, sendo 27  no centro e oito em bairros fora da região  central.

De norte a sul

O Centro  Cultural Grajaú, na zona sul, receberá no encerramento do  evento, a  partir das 17h de domingo, o cantor baiano Baco Exu do Blues.  Também  passarão pelo espaço o reggae carioca do Ponto de Equilíbrio e o rap de Negra Li.

Na  Vila Nova Cachoeirinha, zona norte, o Centro da Juventude Ruth  Cardoso  recebe o rapper Rashid na abertura do evento, às 18h de sábado,   seguido por Karol Conka. No domingo, tem mais rap com Thaíde às 14h. No fechamento, o palco muda de estilo com Elba Ramalho, às 17h.

Todas  as unidades do Sesc da cidade também estarão dentro da  programação. Na  zona leste, o Sesc Belenzinho vai receber diversas  atividades de artes  manuais visuais. No Sesc Itaquera, também à leste,  haverá literatura e  teatro, com o encerramento a cargo do músico Pepeu  Gomes.

Teatro e dança

A atriz Andrea Beltrão vai estrelar Antígona,  um espetáculo  tragédia grega de Sófocles, no Theatro Municipal às 19h  de sábado. Às  21h, a cia Dr. Palhaço e o Fluxo apresenta, no Teatro  Cacilda Becker, um  espetáculo baseado na experiência do psiquiatra  Flávio Falcone na  cracolândia, região do centro paulistano conhecida  pelo uso de drogas.

Durante os dois dias, a Galeria Olido terá  apresentações de dança  contemporânea. Na Casa de Cultura de  Parelheiros, no extremo sul, haverá  programação de forró no sábado e  no domingo. Enquanto o grupo  Corpos Suspensos fará duas intervenções  no Viaduto do Chá, no centro,  uma na noite de sábado, às 22h30, e outra  na manhã de domingo, às 10h.

No Pateo do Collegio, a bailarina  Morena Nascimento vai se apresentar  ao meio dia de domingo com o músico  Benjamin Taubkin. Esse palco será  destinado a música instrumental com a  Orquestra Jazz Sinfônica tocando  às 15h.

Para comer

Ainda  no centro, serão organizadas oito praças gastronômicas. O  Fuegos  Festival ficará na Avenida São Luís, o Festival Smorgasburg na  lateral  do Theatro Municipal e a Sabores do Brasil, no Vale do  Anhagabau. A  Praça das Artes recebe a Tenda Sabores da Coreia. As bancas  funcionam  das 18h as 2h, no sábado, e reabrem das 10h as 18h, no  domingo.

Infantil

A  programação para as crianças começa com o show do Palavra Cantada  no  Anhangabau, logo no início do evento. Ao todo são 180 atrações  voltadas  ao público infantil. A Biblioteca Monteiro Lobato, na Vila  Buarque, no  centro, vai oferecer brincadeiras de roda, contação de  histórias,  brinquedos infláveis, pintura de rosto e oficina de  fantasias.