A Universidade  Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) revelou nesta quinta-feira (25)  o perfil socioeconômico dos candidatos do Vestibular 2019.2, realizado  no último dia 14 de julho em 184 polos de 156 municípios do Estado  (capital, litoral e interior).

O estudo, baseado em questionário respondido no  ato da inscrição, aponta que dos 41.479 inscritos efetivos, a maioria,  74%, é do sexo feminino, 86% têm mais de 25 anos e 43% são casados.  Do total, 53% são brancos, 34% pardos, 12% pretos e 80% cursaram Ensino  Médio na rede pública de ensino.

A pesquisa mostra que, do total de vestibulandos,  39% conheceram a Univesp pela Internet, jornal, rádio ou televisão, e  96% acessam a Internet de casa. Quanto à escolaridade, 36% não  realizaram nenhum curso superior, 35% já concluíram, 23% deram início mas abandonaram, e 7% estão estudando atualmente.

Questionados sobre atividade remunerada, 58% dos  candidatos afirmaram exercer regularmente algum ofício, 33% não exercem e  9% exercem eventualmente. Sobre a participação na vida econômica da  família, 37% declararam trabalhar e serem responsáveis pela renda da  família.

A renda média de 32% dos concorrentes é entre 1 e  2 salários mínimos; de 23% é entre 2 e 3 salários mínimos. O nível de  instrução dos familiares dos concorrentes também foi levantado: 94% dos  pais dos candidatos não possuem nível superior e 90% das mães não têm  formação superior.

O resultado oficial do processo seletivo e a  convocação para a primeira chamada serão publicados nesta sexta-feira  (26), até às 10h, no site vestibular.univesp.br. As matrículas para a primeira chamada serão realizadas de 29 a 31 deste mês, nos respectivos polos.

A 2º chamada acontece dia 5 de agosto, com  matrículas nos dias 06 e 07/08. Já a terceira chamada será feita no dia  09/08, com matrículas nos dias 12 e 13/08. O período letivo terá início  dia 12/08.