Aproximadamente 160 funcionários do Governo Metropolitano de Tóquio,  do Ministério do Meio Ambiente e de outros órgãos públicos participaram  de um exercício realizado ontem (2) nos Jardins Nacionais Shinjuku  Gyoen, na região central da capital japonesa.

A simulação baseou-se na hipótese de que tivesse sido encontrado em  Tóquio um mosquito portador do vírus da dengue. Participantes do  treinamento inspecionaram gramados, habitados em geral pelos insetos, e  fizeram a aplicação de inseticida.

Este ano houve surtos de febre da dengue em países do Sudeste da Ásia. A doença causou mais de 600 mortes nas Filipinas.

Autoridades receiam que o vírus possa chegar ao Japão. Cinco anos  atrás, mais de 160 pessoas foram infectadas pelo vírus da dengue no  país.

O Instituto Nacional de Doenças Infecciosas do Japão planeja realizar  até o ano que vem inspeções mais rigorosas contra mosquitos da dengue e  do vírus da zika.

* Com informações da NHK, emissora pública de televisão do Japão