Nessa viagem, os satélites foram lançados diretamente na órbita de destino para permitir uma implantação mais rápida. O foguete levou cerca de 15 minutos para atingir a altitude operacional de 550 km.

Cada satélite Starlink pesa aproximadamente 260 kg e possui um design plano que permite empilhar e aproveitar ao máximo os recursos de lançamento do Falcon 9.

O objetivo é ter em órbita uma constelação de 1.600 Starlinks até o final de 2020. Com o lançamento de hoje (17), 300 satélites da rede já estão no espaço.

O serviço de Internet da empresa estará disponível no norte dos Estados Unidos e Canadá em algum momento deste ano, com cobertura global planejada para 2021.

O FCC aprovou a SpaceX lançar 12.000 Starlinks e a empresa registrou pedido na União Internacional de Telecomunicações para lançar mais 30.000, totalizando 42.000 satélites no espaço.

Estima-se que tenham sido colocados em órbita menos de 9.000 satélites nos últimos 70 anos.

* Com dados e informações da SpaceX e Xinhua