Em audiência pública da Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (11), o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que o Brasil registrou o menor nível de chuvas entre setembro e abril desde o início da série histórica, em 1931, acrescentando que não há perspectivas animadoras.

O mês de abril marca o fim do período de chuvas mais intensas nas duas regiões.

Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os reservatórios de hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste, que respondem por mais da metade da energia do país, chegaram ao final de abril com o armazenamento mais baixo para o mês desde 2015.

Albuquerque disse que o governo vem adotando medidas excepcionais para garantir o abastecimento de energia elétrica, entre elas o acionamento de um número maior de usinas termelétricas, poupando água dos reservatórios.

“Fruto desse monitoramento permanente e das medidas que estão sendo adotadas, nós podemos dizer que a segurança energética do País está garantida para 2021”, disse Albuquerque aos parlamentares presentes na audiência.

Com a participação maior das usinas térmicas, encarecendo o custo de geração, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) acionou a “bandeira vermelha”, importando em uma sobretaxa maior para cada 100 kWh consumido.

Na segunda-feira (10), o Presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil vive “a maior crise hidrológica de sua história” e que o país “terá problemas pela frente”.

* Com informações da Agência Brasil, Poder360

Veja também: