A economia brasileira gerou um saldo positivo de 129.601 empregos com carteira assinada em  abril, segundo o Cadastro Geral de Empregados e  Desempregados  (Caged) divulgados nesta sexta-feira (24) pelo Ministério  da Economia.

Em abril, o país registrou 1.374.628 contratações e 1.245.027 demissões.

O aumento do emprego formal ocorreu em todas as regiões do País:

  • Sudeste: +81.106
  • Sul: +14.570
  • Centro-Oeste: +15.240
  • Norte: +3.092
  • Nordeste: +15.593

O  governo informou ainda que, das 27 unidades federativas, 23 tiveram   saldo positivo (criação de empregos formais) em abril deste ano.

Os maiores saldos positivos de emprego ocorreram em São Paulo (+50.168), Minas Gerais (+22.348) e Paraná (+10.653 vagas).

Contratos de trabalho intermitente

Segundo  o Ministério do Trabalho, foram realizadas 9.972 admissões e  4.550  desligamentos na modalidade de trabalho intermitente em abril  deste  ano, um saldo positivo de 5.422 empregos no período.

Foram  registradas ainda, no mês passado, 7.419 admissões na modalidade  de  regime de trabalho parcial e 4.592 desligamentos, resultando saldo positivo de 2.827 empregos.

As novas modalidades de trabalho  parcial, definidas pela reforma  trabalhista, incluem contratações de  até 26 horas semanais com  restrições na hora extra ou até 30 horas por  semana sem hora extra.

* Com informações do Ministério da Economia e do G1.