As sanções incluem também o Presidente do Estado-Maior Conjunto, Mark Milley, o Conselheiro de Segurança Nacional Jake Sullivan, o Diretor da Agência Central de Inteligência William Burns, a Secretária de Imprensa da Casa Branca Jen Psaki, o filho de Biden, Hunter, e a ex-candidata presidencial Hillary Clinton, entre outros.

A lista foi elaborada em reciprocidade a uma série de sanções que impedem, entre outras proibições, altos funcionários russos entrarem nos Estados Unidos a partir desta terça-feira, disse o Ministério das Relações Exteriores russo em comunicado.

A Rússia introduziu as restrições como reação ao curso russofóbico tomado pela atual administração dos EUA, disse o ministério.

"Ao mesmo tempo, não nos recusamos a manter relações oficiais se eles atenderem aos nossos interesses nacionais. E, se necessário, resolveremos problemas decorrentes do status das pessoas na lista negra, a fim de organizar contatos de alto nível".

Veja também: