"Este ano, tendo como pano de fundo uma escassez global de alimentos, teremos que ser mais prudentes em nossos suprimentos alimentares no exterior, ou seja, monitorar cuidadosamente os parâmetros dessas exportações para países claramente hostis a nós", disse Vladimir Putin em uma reunião para apoiar o setor agrícola russo.

Ao mesmo tempo, disse que "o aumento dos volumes de produção torna possível garantir que os preços dos alimentos na Rússia sejam mais baixos do que no mercado mundial".

A Rússia possui autossuficiência alimentar e o país deve proteger seu povo das flutuações de preços no mercado global de alimentos, disse Putin.

O país é o maior exportador mundial de trigo. Durante o último ano agrícola que terminou em 30 de junho de 2021, a Rússia exportou 49 milhões de toneladas de grãos, incluindo 38,4 milhões de toneladas de trigo, informou a agência de notícias Interfax.

De acordo com o Serviço Aduaneiro da Rússia, com a quebra da safra em 2021 e o conflito na Ucrânia, o país exportou apenas 18 milhões de toneladas de trigo de julho de 2021 a março de 2022 – Irã, Turquia, Egito, Nigéria e Azerbaijão continuam sendo os principais destinos do trigo russo, com uma participação combinada de suas exportações globais de 66%.

Venda de pão subsidiado no Egito
Venda de pão subsidiado no Egito

Leitura recomendada:

Veja também: