Na segunda-feira, o regulador russo relaxou suas exigências para a venda obrigatória de receitas em moeda estrangeira. Os exportadores agora devem vender apenas 50% de seus recebimentos, abaixo dos 80% anteriores.

Essas vendas foram vistas como um dos principais fatores para o fortalecimento do rublo. Espera-se também que o Banco da Rússia reduza sua taxa básica de juros em uma reunião extraordinária de política na quinta-feira.

A moeda recebeu um impulso esta semana, à medida que mais empresas europeias estão cumprindo a exigência de Moscou de que as importações de gás natural sejam pagas em rublos.

Especialistas observam que os controles de capital, o colapso das importações e o aumento dos preços internacionais de energia tornaram a moeda russa cerca de 25% mais forte do que antes das sanções relacionadas à Ucrânia.

"O rublo russo tornou-se a moeda de melhor desempenho do mundo desde o início do ano, superando o real brasileiro no ranking", reportou a Bloomberg em 11 de maio.

Veja também: