A cidade do Rio entrou em uma nova fase do plano de flexibilização nesta quinta-feira (2), permitindo que bares e restaurantes sirvam clientes nas mesas, liberando mais atividades na areia e permitindo a reabertura de academias.

Salões de beleza e barbearias, que já estavam abertos, passam a poder ter serviços de depilação e tintura de cabelo. Volta a ser permitido servir cafezinho e água.

O Prefeito Marcelo Crivella também autorizou o uso de calçadas e de vagas de estacionamento pelos restaurantes, bares e lanchonetes nas sextas-feiras, aos sábados e às vésperas de feriado, das 19h à 1h. Nos domingos e feriados, entre meio-dia e 22h.

Crivella disse esperar que não haja uma recaída para que não se volte atrás nas medidas restritivas, "porque temos desemprego e crise econômica, de antes até da pandemia, e precisamos voltar às atividades".

Nas praias, onde antes era permitido apenas fazer atividades físicas no calçadão e esportes aquáticos individuais, agora também estão autorizados treinos funcionais individuais na areia. Continua não sendo permitido utilizar cadeiras e guarda-sol.

Raide Machado, 65 anos, moradora de Copacabana, aprecia a paisagem bebendo água de coco.

"A sugestão é que as pessoas tenham muita cautela, porque a partir do momento que tem aglomeração, não é bacana. É risco para todo mundo. Então, encheu? Tem que recuar, quem tiver consciência e quiser ter uma saúde bacana, para poder depois continuar frequentando um lugar tão lindo como esse", diz Raide.

* Com informações da Agência Brasil, O Globo

Veja também:

Leitura recomendada: