Com a medida, decidida nesta quarta-feira (24) em reunião extraordinária do Comitê Gestor do Simples Nacional, cerca de 5,5 milhões de micro e pequenas empresas e 12 milhões de MEI poderão postergar o pagamento de estimados R$ 28 bilhões em tributos federais, estaduais e municipais.

“Com esse diferimento, estamos adotando uma medida de alívio para dar fôlego a esse universo de contribuintes ter melhores condições de ultrapassar esse período mais crítico em que os impactos econômicos e da pandemia se fazem sentir principalmente nos negócios que estão fechados e sem a possibilidade de geração de receitas”, disse José Barroso Tostes Neto, Secretário Especial da Receita Federal.

Veja também: