Em relação a outubro de 2019, o índice da indústria subiu +0,3%, após crescer +3,7% em setembro, quando interrompeu dez meses de resultados negativos consecutivos.

Indicadores da Produção Industrial
Grandes Categorias Econômicas Variação (%)
Outubro 2020/2019 Acumulado no ano Acumulado 12 Meses
Bens de Capital +2,1 -15,6 -13,9
Bens Intermediários +3,2 -2,4 -2,4
Bens de Consumo -4,5 -11,0 -9,1
Duráveis -8,3 -24,6 -20,7
Semiduráveis e não Duráveis -3,4 -7,1 -5,8
Indústria Geral +0,3 -6,3 -5,6
Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Indústria

No confronto com outubro de 2019:

  • os Bens Intermediários registraram crescimento de +3,2%.
  • os Bens de Capital registraram a primeira comparação mensal positiva (+2,1%) após oito meses de taxas negativas consecutivas.
  • os Bens de Consumo Duráveis recuaram -8,3%. A categoria havia interrompido sete meses de resultados negativos em setembro (+2%), mas despencou em outubro pressionada pela queda na fabricação de automóveis (-22%) e de motocicletas (-14%).
  • os Bens de Consumo Semi e Não-Duráveis recuaram -3,4% após registrar avanço de +1,9% em setembro, quando interrompeu oito meses consecutivos de retração, mas voltou a cair em outubro, principalmente, pela queda observada no grupamento de carburantes (-12,6%).

Na comparação com outubro de 2019, entre as dez atividades que apontaram redução na produção, Veículos automotores, reboques e carrocerias (-14,6%) e Indústrias extrativas (-6,0%) exerceram as maiores influências negativas na formação da média da indústria, pressionadas, em grande medida, pelos itens Automóveis e autopeças, na primeira, e Minérios de ferro, na segunda. Mas também cabe destacar as quedas registradas nos ramos de Outros equipamentos de transporte (-33,0%), de Impressão e reprodução de gravações (-36,7%), de Manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos (-15,9%), de Confecção de artigos do vestuário e acessórios (-8,1%) e de Produtos diversos (-10,2%).

Todas as grandes categorias econômicas acumulam recuo no ano.

Entre as grandes categorias econômicas, destacam-se as quedas em bens de consumo duráveis (-24,6%), pressionados pela redução na fabricação de automóveis (-40,4%), e para bens de capital (-15,6%), impactados pela queda nos bens de capital para equipamentos de transporte (-29%) e para fins industriais (-10%).

Entre as atividades, a de Veículos automotores, reboques e carrocerias (-34,4%) exerceu a maior influência negativa no total da indústria, impactada principalmente pela produção de automóveis, caminhão-trator para reboques e semirreboques, caminhões e autopeças.

Outras contribuições negativas que se destacaram foram os ramos de Confecção de artigos do vestuário e acessórios (-29,1%), de Metalurgia (-11,2%), de Máquinas e equipamentos  (-9,4%), de Couro, artigos para viagem e calçados (-24,8%), de Outros equipamentos de transporte (-31,4%), de Indústrias extrativas (-2,8%), de Impressão e reprodução de gravações (-37,7%), de Manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos  (-17,1%), de Produtos diversos (-19,1%), de Produtos de borracha e de material plástico (-5,4%), de Produtos de minerais não-metálicos (-5,3%) e de Produtos têxteis (-11,4%).

Indicadores da Produção Industrial por Seções e Atividades de Indústria
Variação 2020/2019 (%)
Acumulada no ano Acumulada 12 meses
ago set out ago set out
1 - Indústria geral -8,6 -7,1 -6,3 -5,7 -5,5 -5,6
2 - Indústrias extrativas -2,1 -2,4 -2,8 -4,3 -4,4 -4,3
3 - Indústrias de transformação -9,4 -7,8 -6,8 -5,9 -5,6 -5,7
3.10 - Fabricação de produtos alimentícios +4,9 +5,7 +5,2 +4,8 +5,5 +4,4
3.11 - Fabricação de bebidas -5,7 -3,5 -2,0 -1,4 -1,0 -0,4
3.12 - Fabricação de produtos do fumo +4,5 +7,9 +8,4 +3,0 +7,1 +7,9
3.13 - Fabricação de produtos têxteis -17,1 -14,0 -11,4 -10,8 -10,1 -9,0
3.14 - Confecção de artigos do vestuário e acessórios -34,6 -31,9 -29,1 -22,1 -23,6 -24,1
3.15 - Preparação de couros e fabricação de artefatos de couro, artigos para viagem e calçados -32,2 -28,1 -24,8 -21,5 -21,5 -21,4
3.16 - Fabricação de produtos de madeira -7,8 -5,4 -3,4 -7,1 -5,3 -3,6
3.17 - Fabricação de celulose, papel e produtos de papel +0,4 +1,0 +1,1 -1,4 -0,4 +0,2
3.18 - Impressão e reprodução de gravações -37,7 -37,9 -37,7 -22,7 -23,6 -25,9
3.19 - Fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis +4,1 +4,5 +4,8 +4,8 +5,0 +5,3
3.20b - Fabricação de produtos de limpeza, de perfumaria e de higiene pessoal +3,7 +4,0 +3,4 +1,1 +1,6 +1,9
3.20c - Fabricação de outros produtos químicos -3,3 -2,4 -2,3 -2,9 -2,3 -2,4
3.21 - Fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos +1,0 +2,1 +2,1 -1,4 +0,3 0
3.22 - Fabricação de produtos de borracha e de material plástico -9,0 -7,0 -5,4 -6,1 -5,3 -4,4
3.23 - Fabricação de produtos de minerais não-metálicos -9,5 -7,2 -5,3 -6,6 -5,6 -4,8
3.24 - Metalurgia -14,2 -12,8 -11,2 -12,3 -11,9 -11,0
3.25 - Fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos -7,2 -5,2 -3,7 -3,5 -3,2 -2,8
3.26 - Fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos -9,6 -6,7 -4,9 -4,3 -3,6 -3,1
3.27 - Fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos -9,1 -6,7 -5,3 -5,4 -4,6 -4,3
3.28 - Fabricação de máquinas e equipamentos -14,3 -11,8 -9,4 -9,5 -9,2 -8,4
3.29 - Fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias -39,9 -36,8 -34,4 -26,7 -28,1 -29,8
3.30 - Fabricação de outros equipamentos de transporte, exceto veículos automotores -32,7 -31,2 -31,4 -22,8 -23,9 -27,1
3.31 - Fabricação de móveis -10,8 -8,3 -6,5 -5,7 -5,7 -5,5
3.32 - Fabricação de produtos diversos -21,8 -20,2 -19,1 -12,3 -13,3 -14,3
3.33 - Manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos -17,0 -17,2 -17,1 -14,1 -15,2 -16,0
Fonte: IBGE - Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física - PIM-PF

* Com informações do IBGE

Veja também: