Atualização 09/02 - Representando um terço da produção industrial brasileira, São Paulo encerrou o ano com queda de -5,7%, aponta comunicado do IBGE.

As quatro grandes categorias econômicas da indústria registraram queda:

  • bens de consumo duráveis (-20%), pressionada pela redução na fabricação de automóveis (-35%);
  • bens de capital (-10%), puxada por equipamentos de transporte (-23%) e para fins industriais (-5%);
  • bens de consumo semi e não duráveis (-6%); e
  • bens intermediários (-1%).

Outras contribuições negativas importantes vieram dos setores de confecção de artigos do vestuário e acessórios (-24%); indústrias extrativas (-3,4%); metalurgia (-7%); couro, artigos para viagem e calçados (-19%); outros equipamentos de transporte (-29%); e impressão e reprodução de gravações (-38%).

Entre as seis atividades que tiveram aumento de produção em 2020, destacam-se produtos alimentícios (+4,2%) e coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (+4,4%).

* Com informações do IBGE

Veja também: