Os novos pedidos de produtos manufaturados aumentaram em US$ 5,2 bilhões, ou +1,1%, para US$ 493,5 bilhões em dezembro, segundo dados publicados pelo US Census Bureau. O crescimento acompanhou o aumento de +1,3% em novembro e veio melhor do que a expectativa do mercado de +0,7%.

Contudo, os gastos com bens manufaturados duráveis caíram pelo segundo mês consecutivo em dezembro. A distribuição de vacinas para combater o coronavírus deve elevar os gastos com serviços até o verão americano e diminuir o ímpeto de fabricação.

Retomada em "V". A métrica US Factory Orders registrou o 8º aumento consecutivo em dezembro de 2020, alcançando rapidamente os níveis pré-pandemia. Fonte/arte: © Bloomberg
Retomada em "V". A métrica US Factory Orders registrou o 8º aumento consecutivo em dezembro de 2020, alcançando rapidamente os níveis pré-pandemia. Fonte/arte: © Bloomberg

Os pedidos de produtos de fábrica em dezembro foram impulsionados pela forte demanda por máquinas, equipamentos elétricos, aparelhos e componentes, bem como metais primários e produtos de metal.

O Departamento de Comércio informou que os pedidos de bens de capital não relacionados à defesa, excluindo aeronaves, que são vistos como uma medida dos planos de gastos das empresas com equipamentos, aumentaram 0,7% em dezembro.

* Com informações da Bloomberg, Wall Street Journal (WSJ), Financial Post

Veja também: