O primeiro jato da produção seriada decolou às 6:52 do Shanghai Pudong International Airport e pousou no mesmo local às 9:54.

A aeronave voou ao norte de Xangai e realizou vários circuitos para testar todos os sistemas, principalmente mantendo uma altitude entre 3.000 e 3.500 pés. Somente na parte final do teste, o C919 subiu brevemente para entre 4.500 e 5.000 pés, antes de retornar à fábrica da COMAC. O avião vinha fazendo testes de solo nas últimas semanas.

Desenvolvido na China, o modelo C919 comporta 158-174 assentos e tem um alcance de 4.075-5.555 km. O primeiro voo ocorreu em 2017.

Desde 2019, seis jatos C919 passaram por uma série de testes terrestres e de voo em lugares como Xangai, Yanliang, Dongying e Nanchang.

Em dezembro de 2020, a aeronave entrou no processo de certificação de aeronavegabilidade da Administração de Aviação Civil da China.

Em março de 2021, a COMAC assinou um contrato de compra com a China Eastern Airlines para cinco aviões, marcando a entrada oficial do jato no mercado. Os novos aviões serão usados em rotas de Xangai para Pequim, Guangzhou, Shenzhen e Chengdu, de acordo com a companhia aérea.

Até o momento, a COMAC recebeu 815 pedidos para o C919, de 28 clientes ao redor do mundo.

Veja também: