As viagens dos barcos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estavam suspensas no Amazonas desde 19 de janeiro, por causa do agravamento da pandemia no Estado.

O PREVBarco AM I começará a circular no município de Boca do Acre e o PREVBarco AM II retomará os trabalhos no município de Guajará.

As duas embarcações concedem 9% dos benefícios de toda a rede fixa do INSS no Amazonas

Segundo o INSS, apesar do atraso de um mês no cronograma, as embarcações cumprirão o roteiro de viagens a todas as localidades agendadas, bastando acrescentar cerca de 30 dias às datas anteriores.

Para prevenir o contágio no PREVBarco, os guichês de atendimento e as mesas dos médicos peritos ganharam anteparos de acrílico. Os funcionários recebem máscaras, aventais e luvas descartáveis.

A área de atendimento ao público dentro do barco foi fechada. Os segurados deverão aguardar a vez fora da embarcação, sob o abrigo de tendas ou ao ar livre, com cadeiras distanciadas entre si. O uso de máscara facial é obrigatório e será oferecido álcool em gel para higienização das mãos.

PREVBarco

Com 23 anos de existência, o chamado PREVBarco foi a primeira embarcação civil do Governo Federal a levar cidadania aos rios da Amazônia, muitas vezes representando a única presença do Estado na região amazônica.

Atualmente o INSS conta com cinco PREVBarcos. Dois deles navegam nos rios do Estado do Amazonas, dois no Pará e outro em Rondônia.

Os cinco barcos possuem capacidade conjunta para realizar até 300 atendimentos de serviços previdenciários e assistenciais por dia.

Em 2020, os PREVBarcos do Amazonas navegaram ao longo do ano os rios Juruá, Purus, Solimões, Madeira e Amazonas e alguns afluentes menores. Foto: © INSS
Em 2020, os PREVBarcos do Amazonas navegaram ao longo do ano os rios Juruá, Purus, Solimões, Madeira e Amazonas e alguns afluentes menores. Foto: © INSS

Os PREVBarcos possuem estrutura completa de atendimento, o que possibilita que os segurados recebam os mesmos serviços de uma agência fixa do INSS. Além dos guichês de atendimento, há uma sala para perícias médicas e outra para avaliações dos benefícios assistenciais.

O PREVBarco oferece benefícios previdenciários rurais e urbanos, como aposentadorias, pensões, auxílios e salário-maternidade, seguro-defeso, entre outros. O público a ser atendido é formado pelos chamados segurados especiais. São trabalhadores rurais e comunidades remanescentes quilombolas, que produzem em regime de economia familiar, sem utilização de mão de obra assalariada. Estão incluídos nesta categoria cônjuges, companheiros e filhos maiores de 16 anos que trabalham com a família em atividade rural.

Também são considerados segurados especiais o pescador artesanal e o índio que exerce atividade rural e seus familiares. Além do público previdenciário, o INSS também atende a uma parcela da população abrangida pelo direito aos Benefícios de Prestação Continuada (BPC), de natureza assistencial, estabelecidos pela Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), que prevê o pagamento de um salário mínimo a idosos com mais de 65 anos e a portadores de deficiência de baixa renda.

* Com informações da Agência Brasil, Gov.br

Veja também: