Quase 2 mil ônibus extras estão sendo mobilizados para atender a demanda nas principais rodoviárias da cidade de São Paulo – Tietê, Barra Funda e Jabaquara –, sendo estimado que mais de 740 mil pessoas circularão nos três terminais entre os dias 27 de dezembro e 3 de janeiro. A expectativa da concessionária Socicam é de que o movimento de passageiros alcance o registrado antes da pandemia.

No Rio de Janeiro, o movimento na Rodoviária Novo Rio neste fim de ano deve superar os 560 mil passageiros, entre embarques e desembarques.

Já na rodoviária interestadual de Brasília, mais de 70 mil passageiros devem viajar entre os dias 27 de dezembro e 3 de janeiro. Os destinos mais procurados são Goiânia, Cuiabá, São Paulo, Campo Grande, Anápolis, Irecê e Rio de Janeiro. O movimento de passageiros durante o mês de dezembro deve alcançar o registrado antes da pandemia, estima a Socicam, administradora do terminal.

Direitos

Com o aumento do movimento, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) intensificou campanhas informativas sobre os direitos dos passageiros.

Em caso de atrasos, é direito do passageiro pedir para seguir viagem em outra companhia, sem nenhum custo, ou pedir reembolso integral dos valores pagos. Caso o atraso supere três horas, a empresa responsável precisa fornecer alimentação aos usuários. Caso não seja possível seguir viagem no mesmo dia, a viação é obrigada a oferecer hospedagem.

A ANTT alerta que passageiros entre 12 e 16 anos desacompanhados dos pais, responsáveis ou parente de até 3° grau devem portar autorização de viagem da Vara da Infância e Juventude.

* Com informações e dados da Agência Brasil

Veja também: