Nascido em Brodowski, interior de São Paulo, o pintor Candido Portinari se tornou conhecido por mudar de técnica ao longo dos anos mas manter a temática de retratar o homem brasileiro e as questões sociais e históricas do País.

Com cores fortes e vivas, suavizadas por matizes terrosas, por peles queimadas de sol, a arte de Portinari é repleta de luz, de movimento e, sobretudo de história de um País repleto da mistura de peles, de religiões, do calor escaldante e das tardes mornas.

O artista plástico é exaltado por trabalhos que retratam diversos fatos históricos, como "Tiradentes", exposto no Memorial da América Latina, em São Paulo, além dos ciclos econômicos do País, a cultura cafeeira e aspectos da vida cotidiana de um Brasil longe dos grandes centros. Além disso, deixou um grande acervo sacro.

Lavrador de Café (1934), de Candido Portinari
Lavrador de Café (1934), de Candido Portinari

Mesmo sendo ateu, Portinari produziu cenas religiosas em larga escala. “Portinari é tributário da geração e do pensamento de época [da Semana de 22]. Dizem que ele é o artista ateu mais católico que existe”, comenta Karin Philippov, pós-doutoranda na Universidade Estadual Paulista (Unesp), ao jornal O São Paulo.

A Primeira Missa no Brasil (1948), de Candido Portinari. Painel de 5,0x2,7m em têmpera sobre tela
A Primeira Missa no Brasil (1948), de Candido Portinari. Painel de 5,0x2,7m em têmpera sobre tela

"As cenas que emanaram das mãos de Portinari chegaram à Contemporaneidade Tecnológica, permitindo que sua obra seja vista e vivenciada, talvez como o próprio artista a via, de dentro dela, imerso nas cenas que ele mesmo criara. O universo do artista poderá ser percorrido, transposto fisicamente pelo observador, que passará a ser personagem das obras desse grande artista brasileiro. A mostra contará com recursos sonoros e audiovisuais para que o visitante se sinta parte da obra, em meio à cena. Talvez tenha sido essa a sensação do artista ao criar sua obra", escreve a artista plástica e professora de história da arte Rosângela Vig.

Chorinho (1942), de Candido Portinari
Chorinho (1942), de Candido Portinari

A mostra reinterpretará obras de Portinari utilizando recursos tecnológicos e ocupará as três áreas expositivas do MIS Experience.

A primeira, com sete instalações interativas, abordará a vida e o legado do artista.

Na segunda área, o visitante ingressará na sala "Portinari Imenso", onde poderá observar as obras em escala monumental, de forma contemplativa e envolvente.

O terceiro espaço contextualiza o acervo de Portinari e sua ligação com a cultura e a história brasileira, celebrando a memória do artista.​

“Portinari para Todos oferecerá uma experiência única, que permitirá às novas gerações se envolverem com a potência, diversidade e singularidade da obra do artista”, afirma Marcos Mendonça, Diretor-Geral da ACCIM – Associação Cultural Ciccillo Matarazzo, gestora do MIS, MIS Experience e Paço das Artes.

A mostra é uma realização da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo; da Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo; da Secretaria Municipal de Cultura; e do MIS Experience, por meio da Lei de Incentivo à Cultura e do Promac.

Sobre o MIS Experience

Construído em um galpão de 2 mil metros quadrados e 10 metros de pé direito, o MIS Experience é o mais novo espaço do Museu da Imagem e do Som (MIS) – instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – que traz para a capital paulista um novo conceito de exposições culturais. O MIS Experience foi inaugurado em 2 de novembro de 2019, com o objetivo de proporcionar a realização de exposições imersivas que se utilizem de novas tecnologias, levando o público a interagir de maneira diferente com artistas e suas obras de arte. A abertura do espaço aconteceu com a exposição Leonardo da Vinci – 500 Anos de um Gênio e recebeu cerca de 500 mil visitantes.

MIS Experience
Mostra imersiva Portinari para Todos
Data: 5 de março a 10 de julho de 2022
Horário: terça a sexta-feira e domingos, das 10h às 17h; sábados e feriados, das 10h às 18h. Permanência de até 1h30 após o último horário
Endereço: Rua Vladimir Herzog, 75, Água Branca, São Paulo - SP, Brasil
E-mail: misexperience@mis-sp.org.br
Telefone: +55 11 3613-2044

Ingressos:
terça-feira gratuito (retirada na bilheteria – sujeito a lotação)
quarta a sexta-feira R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)
sábados, domingos e feriados R$ 45 (inteira) e R$ 22,50 (meia)

A venda de ingressos começou nesta sexta-feira (18), com 50% de desconto para portadores dos cartões de débito e crédito do Bradesco, Next e Bradescard [não cumulativo com meia-entrada e outras promoções].

Gratuidade:

  • Crianças de até 7 anos.
  • Grupos provenientes de escolas públicas e de instituições sociais sem finalidades lucrativas que atuam com pessoas com deficiência e/ou em situação de vulnerabilidade social.
  • Professores, coordenadores e diretores, supervisores, quadro de apoio de escolas públicas (federais, estaduais ou municipais) e quadro da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, com apresentação do holerite do mês corrente ou anterior (impresso ou digital). Gratuidade estendida ao cônjuge ou companheiro(a), filhos e menores tutelados ou sob guarda que acompanharem a visita.
  • Policiais militares, civis e da Polícia técnico-científica da Secretaria de segurança Pública do Estado de São Paulo, com apresentação do holerite do mês corrente ou anterior (impresso ou digital). A gratuidade é estendida ao cônjuge ou companheiro(a), filhos e menores tutelados ou sob guarda que os acompanharem na visita.
  • Profissionais da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, mediante apresentação do crachá.
  • Profissionais dos museus da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, mediante apresentação do crachá.
  • Guias de turismo credenciados.
  • Profissionais filiados ao ICOM, mediante apresentação de carteirinha.
  • Visitantes com Passaporte de Museus.

Meia-entrada:

  • Estudantes* (é assegurado 40% do total dos ingressos disponíveis para cada evento; somente a CIE da UNE, UBES e ANPG é aceita nacionalmente como comprovação de meia-entrada para estudantes)
  • Jovens de 15 a 29 anos de baixa renda (apresentar registro no CadUnico)
  • Pessoa com deficiência e um acompanhante
  • Idosos (60 anos ou mais)
  • Aposentados, mediante apresentação de comprovação

Comprovação de vacinação:

Devido ao Decreto Municipal nº 60.989/22, é obrigatória a apresentação do Passaporte da Vacina, com a comprovação de ao menos duas doses, para acesso ao MIS Experience por qualquer visitante com 12 anos ou mais. O comprovante pode ser apresentado na forma física ou por meio de aplicativos.

Regras:

  • Obrigatório o uso de máscara, inclusive ao tirar fotos e selfies
  • Proibido comer ou beber dentro da exposição
  • Respeite o distanciamento indicado entre as pessoas
  • Não toque em superfícies, objetos, mobiliários e obras
  • Fique atento às lixeiras específicas para as máscaras e lenços

* Com informações do MIS Experience, Obras de Arte

Veja também: