Azevedo Silva informou que estava deixando a Esplanada dos Ministérios e que saía "na certeza da missão cumprida".

Nota Oficial

Brasília, 29 de março de 2021

Agradeço ao Presidente da República, a quem dediquei total lealdade ao longo desses mais de dois anos, a oportunidade de ter servido ao País, como Ministro de Estado da Defesa.

Nesse período, preservei as Forças Armadas como instituições de Estado.

O meu reconhecimento e gratidão aos Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, e suas respectivas forças, que nunca mediram esforços para atender às necessidades e emergências da população brasileira.

Saio na certeza da missão cumprida.

Fernando Azevedo e Silva

Segundo o Governo, o novo titular do Ministério da Defesa será o General Walter Souza Braga Netto, que chefiava a Casa Civil.

Com a mudança, o General Luiz Eduardo Ramos, que ocupava a Segov (Secretaria de Governo), foi indicado para o posto de Braga Netto.

A Deputada Federal Flávia Arruda assumirá a Secretaria de Governo.

As mudanças no governo começaram no fim da manhã desta segunda-feira (29), quando o Ministro Ernesto Araújo pediu demissão da pasta de Relações Exteriores. O cargo será ocupado pelo Embaixador Carlos Alberto Franco França, que chefiava o setor de cerimonial da Presidência da República.

Na esteira das mudanças, o Advogado-Geral da União, José Levi, anunciou a saída do cargo. Ele será substituído por André Mendonça, que estava na Justiça e Segurança Pública, mas já ocupou a AGU.

Com a troca nas duas pastas, o Delegado da Polícia Federal, Anderson Torres é quem deverá assumir o cargo no Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Veja também: