Localizada na altura do número 10.000 da avenida Sapopemba, a estação funcionará de domingo a sexta-feira das 4h40 à 0h e aos sábados das 4h40 à 1h do domingo.

Com 6,4 mil m² de área construída, a nova estação foi projetada para acomodar o trânsito de passageiros com deficiência ou mobilidade reduzida. Foram instalados três elevadores, nove escadas rolantes e três fixas para acessar a estação, situada a 16 metros de altura do nível da rua, equivalente ao 5° andar de um prédio. A plataforma é central, com 90 metros de comprimento e portas automáticas de segurança.

Linha 15-Prata

Construída pelo Metrô de São Paulo, a Linha 15-Prata é o primeiro  monotrilho de alta capacidade de transporte do Brasil e vai conectar as  regiões leste e sudeste a toda a rede de trilhos de São Paulo, reduzindo  em 50% o tempo de deslocamento entre a região do Iguatemi (estação  Jardim Colonial) ao centro.

As composições do monotrilho trafegam com pneus sobre vigas de concreto elevadas.

A implantação dessa linha tem o custo de R$ 5,4 bilhões, em investimentos exclusivos do Governo do Estado, compreendendo a construção de 15,3 km de vias e 11 estações entre Vila Prudente e Jardim  Colonial (antiga Iguatemi), além do Pátio de Manutenção Oratório, a  compra de 27 trens, sistemas elétricos, de sinalização e controle, e  também de três novos terminais de ônibus já entregues na região da Vila Prudente.

Até o fim deste ano entrarão em funcionamento mais 4 km, com a  abertura das estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus. O trecho  até a estação Jardim Colonial será entregue em 2021. Quando pronta, de  Vila Prudente a Jardim Colonial, a linha atenderá a mais de 400 mil  pessoas por dia.

* Com informações e dados do Governo do Estado de São Paulo