A antecipação do pagamento da metade do 13º salário dos aposentados e pensionistas pode virar lei.

O  presidente Jair Bolsonaro assinou uma medida provisória que garante a  antecipação todos os anos. Esse pagamento fracionado já costuma ser  feito de forma antecipada, mas atualmente a medida precisa ser  confirmada anualmente pelo governo.

No ano passado, por  exemplo, foi preciso o então presidente Michel Temer assinar um decreto  tratando do assunto. Mas, para virar lei, a medida precisa ainda ser  aprovada pelo Congresso Nacional.

Nas redes sociais, Bolsonaro afirmou que a medida  garante a antecipação de metade do 13º de aposentados e pensionistas  para o mês de agosto, trazendo segurança e previsibilidade para os  beneficiários.

O pagamento será feito entre os últimos cinco dias úteis de agosto e os cinco primeiros dias úteis de setembro.

Cerca de 30 milhões de pessoas terão direito à primeira parcela do abono anual, que corresponde à metade do valor do benefício.