Desde que a antiga Estação Ciência fechou as portas para o público em  2013, a comunidade lapeana questionou o que seria feito daquele edifício  histórico.

Interditado e quase a ponto de deterioração, um acordo firmado entre a Jucesp e a Secretaria da  Fazenda do Estado permitiu o uso do espaço por tempo indeterminado.

A justificativa da Jucesp para mudar sua sede é que o novo endereço facilita o acesso do usuário até a entidade. “Nas  proximidades, estão as Linhas 8-Diamante e 7-Rubi da CPTM e o Terminal  Lapa de ônibus. Além disso, a estrutura do local proporcionará uma  distribuição mais satisfatória dos setores da autarquia, resultando na  melhoria do fluxo de processos dentro da Junta Comercial".

Considerada a maior junta comercial do país, a Jucesp representa mais  de 40% do volume de operações com abertura, fechamento e alterações  societárias de empresas no Brasil. A entidade atende mensalmente 35 mil pessoas. No ano passado, foram protocolados 290 mil documentos.

As restaurações ocorreram de acordo com as normas estabelecidas pelo  Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico,  Cultural e Ambiental da cidade de São Paulo), já que o prédio é tombado  desde 2009. A obra foi orçada inicialmente em R$ 17 milhões.

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Além de um espaço moderno, a Jucesp passa a prestar novos serviços e atendimento com maior agilidade. Os processos foram melhorados, procurando posicionar a Jucesp como o “Poupatempo” do empresário paulista.

A partir desta sexta-feira (26), a Junta Comercial oferecerá  certificação digital que funciona como uma assinatura eletrônica, com  validade jurídica, para garantir proteção às transações e outros  serviços online, de maneira que pessoas (físicas e jurídicas) se  identifiquem e assinem digitalmente, de qualquer lugar do mundo, com  mais segurança e agilidade.

O Governador João Doria, e o Prefeito da Capital, Bruno Covas, na inauguração do novo prédio da Jucesp. Foto: Governo do Estado de São Paulo

“Estamos falando de uma entidade que, no ano que vem, vai completar  130 anos. São raras as instituições, empresas e organizações, no Brasil,  que alcançam 129 anos. Sobretudo, com essa juventude tecnológica, que  hoje predomina na Jucesp, com um trabalhado coordenado com a sua equipe e  também da Prodesp. É a maior Junta Comercial da América Latina, mais  representativa, mais importante, a maior em volume de atendimento de  todo o nosso continente”, festejou o Governador João Dória.