Nesta apuração, quatro das oito classes de despesa componentes do Índice registraram decréscimo em suas taxas de variação.

A maior contribuição partiu do grupo Alimentação (0,37% para 0,14%), seguido de Habitação (1,05% para 0,93%), Educação, Leitura e Recreação (-0,17% para  -0,33%) e Despesas Diversas (0,27% para 0,20%).

No item hortaliças e legumes, a taxa passou de -1,33% para -4,80%.

Apresentaram avanço em suas taxas de variação os grupos Transportes (-0,41% para -0,23%), Vestuário  (-0,24% para -0,05%) e Comunicação (0,09% para 0,16%). Nestas classes, vale citar os itens gasolina (-1,7% para -1,1%), acessórios do vestuário (0,1% para 0,9%) e tarifa de telefone residencial (0,4% para 0,8%).

O grupo Saúde e Cuidados Pessoais repetiu a taxa de variação de 0,37% registrada na última apuração. O item medicamentos caiu de 0,19% para 0,12%.

* Com dados do FGV IBRE (informe n. 802)