Portaria publicada na edição de hoje (28) do Diário Oficial da União dispõe sobre o calendário de pagamentos e saques do auxílio emergencial residual instituído pela Medida Provisória nº 1.000, de 2 de setembro de 2020.

Nas datas abaixo, os recursos estarão disponíveis apenas para o pagamento de contas, de boletos e de compras realizadas por meio de cartão de débito virtual.
Nascidos em:1ª parcela2ª parcela3ª parcela4ª parcela
janeiro30/SET30/OUT22/NOV13/DEZ
fevereiro05/OUT04/NOV23/NOV13/DEZ
março07/OUT05/NOV25/NOV14/DEZ
abril09/OUT06/NOV27/NOV16/DEZ
maio11/OUT08/NOV29/NOV17/DEZ
junho14/OUT11/NOV30/NOV18/DEZ
julho16/OUT12/NOV02/DEZ20/DEZ
agosto21/OUT13/NOV04/DEZ20/DEZ
setembro25/OUT15/NOV06/DEZ21/DEZ
outubro28/OUT16/NOV09/DEZ23/DEZ
novembro29/OUT18/NOV11/DEZ28/DEZ
dezembro01/NOV20/NOV12/DEZ29/DEZ
Os recursos serão liberados para saques e transferências da poupança social digital para outras contas bancárias nas seguintes datas:
Nascidos em:1ª e 2ª
parcelas
3ª e 4ª
parcelas
janeiro07/NOV19/DEZ
fevereiro07/NOV19/DEZ
março14/NOV04/JAN 2021
abril21/NOV06/JAN 2021
maio21/NOV11/JAN 2021
junho24/NOV13/JAN 2021
julho26/NOV15/JAN 2021
agosto28/NOV18/JAN 2021
setembro28/NOV20/JAN 2021
outubro01/DEZ22/JAN 2021
novembro05/DEZ25/JAN 2021
dezembro05/DEZ27/JAN 2021
O eventual saldo existente na poupança social digital será transferido automaticamente para a conta em que o beneficiário recebeu a primeira parcela
Para o grupo dos trabalhadores beneficiários do Bolsa Família, os pagamentos seguem o calendário do programa. Os beneficiários elegíveis ao auxílio emergencial residual começaram a receber a primeira parcela no dia 17 de setembro.

* Com informações do Ministério da Cidadania, DOU

Veja também:

Leitura recomendada: