Em fato relevante, a Companhia Brasileira de Distribuição (“GPA”) e a Sendas Distribuidora (“Assaí”), sociedades sob controle comum do grupo francês Casino, comunicaram a aprovação da conversão de 71 unidades (70%) do Extra Hiper do GPA em cash & carry (atacarejo), que passarão a ser operadas pelo Assaí.

As lojas vendidas ficam em 16 estados, 63 em capitais ou regiões metropolitanas, sendo a metade na cidade de São Paulo.

A bandeira Extra Hiper será descontinuada. Entre as 32 lojas restantes, 4 serão fechadas e 28 serão convertidas às bandeiras Pão de Açúcar e Mercado Extra.

Segundo Jorge Faiçal, CEO do GPA, a saída do segmento de hipermercado visa intensificar a expansão dos negócios de maior rentabilidade da companhia "por meio dos segmentos premium e de proximidade", através das bandeiras de alto desempenho Pão de Açúcar, Minuto e Mercado Extra.

O GPA prevê abrir 100 lojas Pão de Açúcar nos próximos três anos no país e 100 estabelecimentos no formato Minuto Pão de Açúcar.

O formato atacarejo vinha impulsionando o grupo até a cisão do Assaí, que se separou do GPA em fevereiro deste ano e passou a ser cotado em bolsa.

A decisão do GPA de fechar o hipermercado Extra acelera o plano de expansão do Assaí, adicionando localizações estratégicas, espalhadas por várias capitais brasileiras e grandes cidades, com pouca ou nenhuma sobreposição de unidades.

O Assaí abriu 150 lojas na última década, sendo 25 conversões de unidades do Extra Hiper. Atualmente, a rede opera 192 lojas. Com as 71 do Extra, somará 263 pontos de vendas, superando o Atacadão em número de unidades.

A expectativa do Atacadão para 2021 é chegar a 250 lojas e 33 atacados de entrega e alcançar vendas brutas de R$ 60 bilhões. A rede atualmente opera 234 lojas e 30 atacados de entrega, que garantem o abastecimento de comerciantes, transformadores e consumidores finais. Em 2020, a empresa adquiriu 29 lojas do Makro como forma de impulsionar a expansão do atacarejo do Grupo Carrefour Brasil.

O grupo soma 753 lojas das bandeiras Carrefour Hipermercado, Carrefour Bairro, Carrefour Express, Carrefour Drogaria, Carrefour Posto, Atacadão e Supeco.

Em março, o Carrefour Brasil fechou a compra do Grupo Big (ex-Walmart Brasil), que opera uma rede de 387 lojas, sendo 35 unidades licenciadas Sam's Club, 107 hipermercados Big e Big Bompreço, 99 supermercados Bompreço e Nacional, 97 lojas Todo Dia, 49 atacarejos Maxxi Atacado e 13 postos de gasolina.

O plano é converter as unidades Maxxi para a bandeira Atacadão e parte das lojas Big e Big Bompreço para as bandeiras Atacadão ou Sam’s Club. As demais lojas seriam convertidas para a bandeira do hipermercado Carrefour.

Autorizada a operação pelo Cade, o Groupe Carrefour irá deter 67,7% de participação do Grupo Carrefour Brasil, a Península Participações terá 7,2%, e Advent e Walmart terão juntos 5,6%. A expectativa é obter o aval do regulador até junho de 2022. A avaliação interna no órgão é de que o setor é pulverizado no País.

Veja também: