A linha Crédito Digital da Desenvolve  SP, agência de fomento do Governo do Estado, teve o alcance ampliado  para mais empreendedores paulistas. A partir de agora, a modalidade,  pioneira entre agências de fomento no Brasil e que aprova financiamentos  para capital de giro em até dois dias úteis, começa a atender as  microempresas.

Vale destacar que o limite mínimo de faturamento anual das companhias  que podem acessar os recursos passa de R$ 360 mil para acima de R$ 81  mil. As mudanças também beneficiam as empresas de médio porte.

O teto do faturamento para pleitear os recursos da Crédito Digital  aumenta de R$ 16 milhões para R$ 90 milhões por ano. Outra novidade é a  ampliação do limite financiável, que salta de R$ 200 mil para até R$ 1  milhão.

“Ao realizarmos essa expansão, atenderemos mais empresários paulistas  que buscam honrar compromissos de curto prazo e, assim, manter as  operações em franca atividade”, afirma Rafael Bergamaschi,  superintendente de negócios da Desenvolve SP.

Alcance

Recentemente, a Crédito Digital ultrapassou a marca de R$ 100 milhões em financiamentos e já atendeu  mais de mil empresas. Até agora, a compra de matéria prima e a  recomposição de estoques foram as principais ações dos empresários que  utilizaram esse tipo de crédito.

Só nos primeiros seis meses do ano foram liberados mais de R$ 12  milhões na modalidade. “É um processo célere, totalmente digital e que  vai ao encontro das necessidades das micro, pequenas e médias empresas  de todo o Estado. Com essas mudanças, poderemos ampliar o alcance da  linha, potencializando a capacidade dos empresários paulistas em cumprir  os compromissos mais imediatos”, acrescenta o superintendente de  negócios da Desenvolve SP.

Capital de giro

A Crédito Digital é uma solução financeira inovadora da Desenvolve SP  que desburocratiza o acesso do pequeno empreendedor ao capital de giro.  O sistema, pioneiro no País, utiliza a certificação digital E-CNPJ para  autenticar eletronicamente a operação e integrar a consulta a diversos  bancos de dados (Jucesp, Sefaz, Cadin, Receita Federal, Bacen e Seresa  Experian).

Isso permite a rápida aprovação das solicitações, em até dois dias  úteis. Empresas com faturamento anual acima de R$ 81 mil e inferior a R$  90 milhões podem solicitar o financiamento, que tem taxas de juros a  partir de 0.87% (0,65% acrescidos da TLP) ao mês e prazo de 36 meses  para pagar, já incluso o período de carência de três meses.

Os fundos garantidores também estão disponíveis para contratação  dessa linha. Todo o processo, do pedido à aprovação do crédito, é feito  através do site da Desenvolve SP.