“Ótima notícia para o nosso agro. O Canadá, um dos mais importantes mercados do mundo, autorizou o início da importação de carne bovina e suína produzidas no Brasil. Agora já são mais de 200 mercados abertos pelo Mapa na gestão do governo Jair Bolsonaro”, anunciou a ministra em rede social.

Em missão oficial no Canadá desde o último fim de semana, Tereza Cristina está participando de um série de reuniões em busca de fornecedores de fertilizantes.

"Em Ottawa, o primeiro compromisso da missão oficial foi com representantes da Potash Brazil. Para que o nosso país continue aumentando a oferta de alimentos e contribuindo com a segurança alimentar mundial, precisaremos de fertilizantes potássicos", disse a ministra.

"Isso não significa apenas assegurar os níveis atuais de compras, mas expandi-los. Podemos e devemos reforçar nossos laços e fortalecer parcerias de longo prazo. Isso significa, na prática, alimentos em quantidade e qualidade a preços acessíveis na mesa de todos".

O Brasil é o maior importador mundial, e quarto consumidor global de fertilizantes.

"Hoje, somos dependentes de nitrogênio, fósforo e potássio de maneiras diferentes. Com a criação do PNF [Plano Nacional de Fertilizantes], que está sendo pensado desde 2019, não estamos apenas reagindo a uma crise, estamos tratando de um problema estrutural, de longo prazo", explicou Teresa Cristina em postagem anterior.

O Brasil importa cerca de 85% de todo o fertilizante usado na produção agrícola nacional. No caso do potássio, o porcentual importado alcança 95%.

Leitura recomendada:

Veja também: