O volume negociado por Biden é próximo da capacidade de bombeamento de gás natural do gasoduto russo embargado Nord Stream 2. Naturalmente, o custo do gás de fracking liquefeito fabricado nos EUA e transportado em navios para a Europa é muito maior que o do gás russo despachado por dutos e entregue nas instalações alemãs de armazenagem de gás natural, as maiores do continente europeu, destacando-se ainda que a Alemanha não tem instalações de importação de LNG.

"Estamos nos unindo para reduzir a dependência da Europa da energia russa", disse Biden aos repórteres. "Não devemos subsidiar o ataque brutal de Putin à Ucrânia".

"Como vocês sabem, nosso objetivo é reduzir nossa dependência da Rússia", disse a alemã Ursula von der Leyen, chefe da Comissão Europeia, em entrevista conjunta com Biden.

"O compromisso dos Estados Unidos de fornecer à UE pelo menos 15 bilhões de metros cúbicos adicionais de LNG este ano é um grande passo nessa direção".

O objetivo seria garantir, pelo menos até 2030, cerca de 50 bilhões de metros cúbicos por ano de LNG adicional dos EUA, disseram Von der Leyen e Biden.

Um cínico se diria surpreso com a alegria de Ursula von der Leyen, perfeita representante da burocracia burra que comanda a União Europeia, que até recentemente comemorava o aumento do preço do gás natural, resultado do planejamento falho da transição energética que gerou a crise de energia no bloco – muitos meses antes do conflito Rússia-Ucrânia, alegando que o alto preço da eletricidade iria desestimular o uso do combustível. Realmente foi o que aconteceu. As geradoras passaram a queimar carvão.

A Europa recebe mais de 40% de suas importações totais de gás natural da Rússia, tendo comprado cerca de 155 bilhões de metros cúbicos de gás em 2021. Enquanto isso, as exportações de LNG dos EUA para a UE foram de pouco mais de 22 bilhões de metros cúbicos no ano passado.

Nord Stream

O gasoduto russo Nord Stream 2 está concluído mas teve o processo de certificação suspenso em novembro pelos alemães. O novo gasoduto pertence a estatal russa Gazprom, mas metade de seu financiamento vem de empresas europeias, como a francesa Engie, a austríaca OMV, a anglo-holandesa Shell e as alemãs Uniper e Wintershall.

O primeiro Nord Stream, inaugurado em 2011, tem capacidade para transportar 55 bilhões de metros cúbicos de gás natural por ano, volume que seria dobrado com o segundo duto, um projeto euro-russo de US$ 11 bilhões. Ambos ligam a Rússia diretamente à Alemanha pelo Mar Báltico e somam quase 2.500 km de transporte subaquático de gás. Trata-se do maior gasoduto desse tipo no mundo.

Kiev até agora se absteve de declarar guerra contra a Rússia, embora mantendo a lei marcial no país. O status atual torna possível para a Ucrânia manter o trânsito de gás russo que seria interrompido se uma guerra fosse declarada. O gás continua a ser bombeado normalmente para a Europa e a Ucrânia conta claramente com o pagamento da Rússia pelo trânsito de gás. Se o trânsito parar, não haverá dinheiro.

Atualização 13/05/2022

Tyson Slocum, diretor do programa de energia do Public Citizen, uma organização de vigilância, apontou na sexta-feira (13) que os Estados Unidos não tinham exportações de gás natural liquefeito em 2015 e agora é o maior exportador de LNG do mundo.

Leitura recomendada:

Veja também: