Para evitar a disseminação do coronavírus, os bancos do templo foram retirados e celebrações acontecem sem público, com transmissões pela TV e Internet. Fot
Para evitar a disseminação do coronavírus, os bancos do templo foram retirados e celebrações acontecem sem público, com transmissões pela TV e Internet. Foto: © Mateus Andrade/Santuário Nacional

O pedido foi feito durante missa neste Domingo de Páscoa no Santuário Nacional.

"Vamos ficando em nossas casas, vamos cumprindo as orientações de nossos médicos, vamos tendo essa caridade, zelo pela vida", afirmou Dom Orlando Brandes na homilia.

Na Páscoa, o Santuário Nacional de Aparecida chega a receber mais de 250 mil fiéis, mas pela primeira vez na história não houve público.

Segundo a assessoria de imprensa da Basílica, não houve alteração nas atividades litúrgicas da Semana Santa, mas a Via-Sacra no Morro do Cruzeiro e a Procissão do Senhor Morto, foram suspensas para evitar aglomerações.

O Santuário está sem realizar realizar missas presenciais desde 14 de março por decisão judicial em ação movida pelo Ministério Público diante do avanço do coronavírus SARS-CoV-2.

O Santuário Nacional permanece aberto à visitação, embora o número de pessoas circulando por dia na Basílica de Nossa Senhora Aparecida seja muito pequeno. As portas do templo são fechadas nos horários de missa. As celebrações estão tendo transmissão simultânea na TV Aparecida e nas redes sociais.

* Com informações do G1, Paraiba Online

Veja também: