A Agência Nacional de Vigilância Santirária (Anvisa) alerta que foram identificados três casos de falsificação da vacina Fluarix® Tetra, da empresa GlaxoSmithKline Brasil (GSK), utilizada para prevenir a influenza ou gripe.

No dia 4 de maio, foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U.) a Resolução Específica (RE) 1.319/2020, que determinou a apreensão e a inutilização dos produtos falsificados, bem como a proibição da sua comercialização, da sua distribuição e do seu uso.

"A empresa GlaxoSmithKline Brasil, detentora do registro do medicamento, confirma que o produto Fluarix Tetra Frasco Ampola Multi-Dose, lote 200075, data de fabricação em março 2020 e data de validade março de 2021, nunca foi produzido pela empresa, bem como informa que não produz Fluarix na apresentação Frasco-Ampola Multi-Dose, tratando-se, portanto, de falsificação", diz a resolução da Anvisa.

A Fluarix® Tetra protege contra quatro cepas de vírus, anualmente determinadas pela OMS. A vacina é fabricada na Alemanha e geralmente aplicada em clínicas particulares no Brasil.

Nos postos de saúde, os brasileiros recebem a vacina tríplice.

A Fluarix Tetra falsificada utiliza um frasco-ampola multidose, ou seja, um frasco que permite que várias doses sejam retiradas e aplicadas em diversas pessoas.

Vacina Fluarix Tetra falsificada. Foto: © Anvisa
Vacina falsificada. Foto: © Anvisa

A vacina Fluarix® Tetra verdadeira é comercializada em embalagem que contém uma seringa preenchida com dose única, agulha, estojo plástico, bula e cartucho.

Vacina Fluarix® Tetra original - embalagem com 1 seringa preenchida

A GSK também vende a Fluarix® Tetra em embalagem com dez seringas preenchidas.

Vacina Fluarix Tetra verdadeira - embalagem com 10 seringas preenchidas
Vacina Fluarix® Tetra original - embalagem com 10 seringas preenchidas

* Com informações da Anvisa

Leitura recomendada:

Veja também: