A première do filme será nesta sexta-feira (30), em Fortaleza, no 29º Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema.

O filme é baseado no livro A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, de  Martha Batalha, e conta a história das irmãs Gusmão, Eurídice e Guida.  Eurídice é uma jovem talentosa e introvertida. Guida é o oposto de seu  temperamento em relação ao convívio social. Ambas vivem em um rígido  regime patriarcal, o que faz com que trilhem caminhos distintos: Guida  decide fugir de casa com o namorado, enquanto Eurídice se esforça para  se tornar uma musicista, ao mesmo tempo em que precisa lidar com as  responsabilidades da vida adulta e um casamento sem amor. O filme  estreia nos cinemas brasileiros no dia 31 de outubro.

Fernanda Montenegro e Carol Duarte dividem o papel de Eurídice, enquanto Julia Stockler interpreta Guida.

A última vez que o Brasil concorreu nessa categoria foi em 1999, com  Central do Brasil, de Walter Salles, filme que também contava com a  participação da atriz Fernanda Montenegro, que foi inclusive indicada ao  Oscar de melhor atriz naquele ano.

A Vida Invisível foi selecionado por uma comissão formada pela  Academia Brasileira de Cinema, composta, entre outros, pelos cineastas  Anna Muylaert e Zelito Viana; o idealizador do festival É Tudo Verdade,  Amir Labaki; e a diretora de programação do festival do Festival do Rio,  Ilda Santiago; entre outros.

O anúncio dos filmes estrangeiros finalistas ao Oscar será no dia 13 de janeiro. A cerimônia do Oscar está agendada para o dia 9 de fevereiro.